geral@ecodeal.pt

(+351) 249 749 030

comercial@ecodeal.pt

(+351) 218 942 176

Feedback Feedback

Contacte-nos

Subscreva a nossa newsletter

A Câmara Municipal da Chamusca e a NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém – realizaram no passado dia 24 de maio, no cineteatro do concelho, o seminário «Agendas Locais para a Gestão dos Recursos» para sublinhar a importância local da gestão de resíduos e recursos.

No painel «Sustentabilidade financeira do setor dos Resíduos», a Ecodeal debateu a sustentabilidade financeira dos agentes (SGRU, CIRVER, valorizadores) face às tendências verificadas e explicou quais são as estratégias futuras que se encontram a ser ponderadas pelos sistemas ou grupos de interesse intervenientes.

Mais uma vez, a Ecodeal sublinhou que a classificação incorreta de resíduos perigosos compromete o modelo de negócio previsto pela empresa.

A Ecodeal iniciou a sua atividade em 2008 e estava previsto, que, após oito anos, já tivesse gerido mais de 1.500.000 toneladas de resíduos perigosos e possuísse cerca de 50 postos de trabalho. A realidade está por metade dos objetivos propostos. Em oito anos de existência, a Ecodeal tratou de cerca de 800.000 toneladas de resíduos perigosos e conta atualmente com cerca de 25 colaboradores.

É por estes motivos que a Ecodeal faz um apelo para uma classificação correta dos resíduos perigosos na origem, com base na legislação em vigor e nas recomendações da APA – Agência Portuguesa do Ambiente nas páginas do seu portal: http://www.apambiente.pt/index.php?ref=16 e http://www.apambiente.pt/index.php?ref=16&subref=84&sub2ref=254&sub3ref=264

Além da participação da Ecodeal, o painel contou com as intervenções da Sociedade Ponto Verde (SPV), da Empresa Geral do Fomento (EGF), da ESGRA – Associação para a Gestão de Resíduos e da AEPSA - Associação das Empresas Portuguesas para o Setor do Ambiente.

Veja algumas fotografias do seminário:

seminario NERSANT seminario NERSANT 1                

Subscreva a nossa newsletter